Os melhores livros de gestão, resumo, em Português
Inteligência emocional, Porque ela pode importa mais do que QI, por Daniel Goleman

Inteligência emocional

Porque ela pode importa mais do que QI

Escrito por: Daniel Goleman
Assunto: Habilidades Gerenciales
Título original: Emotional Intelligence

Comparta en:

Voltar para a lista de resumos

Resumen ejecutivo de Inteligência emocional

A evolução tem provisto ao ser humano de emoções, para ajudar-lhe a lidar com situações perigosas—lhe permite atuar em frente ao perigo. Depois de milhões de anos, ainda possuímos o sistema emocional dos homens da pré-história, que se enfrentavam regularmente com situações de vida ou morte.

Na era moderna, as emoções frequentemente superam o pensamento. De certa forma, nós seres humanos temos duas mentes, uma racional – que pensa e reflexiona, e outra que sente – é impulsiva, poderosa e ás vezes ilógica.

Estas duas mentes funcionam em harmonía e equilíbrio na maior parte do tempo, entrelaçando suas diferente formas de conhecimento para guiarnos pelo mundo. A emoção alimenta e informa as operações da mente racional, e essa última ás vezes depura e ás vezes bloqueia a energía produzida pelas emoções.

Algumas vezes os sentimentos intensos permítem a mente emocional dominar a mente racional.

As fortes emoções interferem com o lapso da atenção e com cada aspecto do pensamento. Mesmo assim, nossa meta jamais deve ser eliminar a emoção, mas sim achar um equilibrio inteligente entre a razão e a emoção.
Editora: Bantam Books
Ano: 1997
Número de páginas: 352
Rating Amazon:
Comprar o livro

Resumido en Español

Co-eficiente intelectual e inteligência emocional

O co-eficiente intelectual (CI) contribui com apenas 20% do nosso êxito na vida – os 80% restantes são o resultado da inteligência emocional, que inclui fatores como a habilidade de auto-motivação, a persistência, o controle dos impulsos, a regulação do humor, a empatía e a esperança.

O CI e a inteligência emocional não são destrezas opostas – mas trabalham de forma separada. É possível ser intelectualmente brilhante, mas emocionalmente inepto. Isso causa a maioria dos problemas na vida. [...]

Escravos da paixão

Um sentido de auto-dominio e a habilidade de suportar as tempestades emocionais tem sido elogiadas como virtudes desde os tempos de Platão. Uma vida sem paixão seria tediosa; a meta é ter as emoções apropriadas, sentir de maneira apropriada as circumstâncias.

Quando as emoções são demasiadamente apagadas, podem criar tédio e distância; quando estão fora de controle e são demasiadamente extremas e persistentes, se tornam patológicas, (como acontece na depressão imobilizante, a ansiedade [...]

A aptidão magistral

A motivação positiva é uma chave para alcançar qualquer objetivo. Os atletas, músicos, e grandes professores de xadrez de sucesso se distinguem pela sua capacidade de motivar a sí mesmos para executar uma rotina de treinamento implacável.

Na medida em que as nossas emoções entorpecem ou favorecem nossa capacidade para pensar e planejar, para levar à tona o treinamento necessário para alcançar uma meta distante, para resolver problemas e conflitos, definem o limíte da nossa capacidade para [...]

As raízes da empatía

As emoções se expressam raras vezes em palavras; é mais frequente que elas se manifestem por outras vías. A chave para intuir os sentimentos de um outro está na habilidade de poder interpretar os canais que não são verbais: o tom da voz, os gestos, a expressão facial, etc.

Quanto mais conscientes estamos, mais habilidades teremos para ler os sentimentos dos outros. O “rapport”, a essência do cuidado aos demais, surge da capacidade para a empatía. Aqueles que podem ler os sentimentos dos [...]

As artes sociais

Uma competição social chave é o bem e o mau aonde as pessoas expressam seus próprios sentimentos. É claro que as demonstrações emocionais tem consequências imediatas no impacto que produzem nas pessoas que à recebem.

A maior parte do contato social é muito sutíl e parte desde um intercambio tácito que se produz em cada encontro. Transmitimos e captamos estados de ânimo uns dos outros, no que equivale a uma economía subterrânea da psique na que alguns encontros são tóxicos e outros nutritivos [...]

Inteligência emocional aplicada

Amor e matrimonio: cada vez mais aumentam os indices de divórcio, em recém casados ou não. Num casal, existem duas realidades emocionais, a dele e a dela. As raízes destas diferenças emocionais, mesmo que possam ser em parte biológicas, também proveêm da infancia, e aos mundos emocionais separados nos que vivem machos e fêmeas.

Estes contrastes no aprendizado das emoções favorecem habilidades muito diferentes. Em geral, as meninas se tornam expertas em comunicar os seus sentimentos, [...]

Oportunidades

Depois de ter demonstrado a modificação de pautas emocionais que tem sido aprendidas, nos resta uma pergunta importante a ser feita: O que acontece com aquelas condutas que pertencem à nossa herência genética ? Essa variedade emocional cai dentro da gama do temperamento, o que marca uma disposição básica. O temperamento pode ser definido em função do humor que tipifíca a nossa vida emocional; o temperamento nos é dado no nascimento e forma parte da loteria genética que tem uma força urgente no [...]

Alfabetismo emocional

Os estudos emocionais nas crianças demonstram um declínio nas condições emocionais ao largo da industrialização do mundo. Esta tendência reflete ansiedade e depressão, desordens de atenção e condutas delitivas.

Tanto a crianças como a adultos lhes deveria treinar com as 5 habilidades da inteligência emocional. A antiga palavra para estas destrezas é ‘caráter’. Colocar a um lado os impulsos e o enfoque sobre sí mesmo abre o caminho para a empatía, o entendimento e a aceitação das diferentes [...]

Este é um trecho do resumo

Comentários sobre o livro Inteligência emocional

comentarios por Disqus
Todos los derechos reservados por Meltom Technologies Inc